quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Todo mundo ama os Beatles!


Vi o frisson gerado pelo show do Paul McCartney e me pergunto: o que é isso? Porque as pessoas amam tanto os Beatles? O que eles tem e tiveram de tão bom que fascina tanto várias gerações uma após a outra? Bom, já deu para perceber que Beatles não são assim uma paixão minha, apesar de eu ser encantada com todo o fenômeno pop que eles desencadearam.
Lembro das primeiras músicas que ouvi dos Beatles quando criança. Na vitrola dos meus pais rolava as coletâneas (lançadas em 1973, The Beatles 1962-1966 e The Beatles 1967-1970) Nessa época boa do vinil, gostava da fase iê iê iê, que é bem divertida... Mas quando se ouve as músicas da fase Sgt. Peppers, Abbey Road e Let it be, a gente tem a impressão de que não é a mesma banda. A evolução musical é incrível, mas (caramba!) não é essa a questão. Música boa muita gente faz e fez com muito menos reconhecimento. A questão é: qual é a desses Beatles?
Eu diria que os rapazes de Liverpool estavam no lugar certo na hora certa. O mundo pós guerra estava efervescendo de filosofias, comportamentos, transformações tecnológicas e descobertas científicas nunca vistas ou imaginadas. A popularização e abrangência das novas mídias como TV e cinema contribuiu para o alcance de novos movimentos artísticos e intercâmbios culturais.  Não sei se isso é de fácil apreensão para quem nasceu e vive num mundo globalizado pela internet, em que um vídeo postado no youtube tem alcance mundial em 3 segundos. Mas num mundo sem internet, algo tem que empurrar uma banda inglesa para todo o globo: o mundo era um campo fértil para o estilo dos Beatles.
Outro fator que contribuiu para o “boom” da beatlemania foi a sacada de que as pessoas precisam se identificar com algo para apreciar. A atitude globalizada desses moços fez com que seu ritmo permeado de influências (como o skiffle, o rock ´n roll, a música clássica) caísse no gosto geral. Eu diria que, naquela época, isso foi um toque de genialidade visionária. Os Beatles falaram para o mundo como se falassem a língua de cada um.
A capacidade dos Beatles de se superaram e evoluírem a medida que seus fãs crescem e amadurecem também é um fator decisivo. A música e a atitude dos Bealtes poucos anos depois de seu primeiro sucesso, Love me do, está tão transformada que é quase irreconhecível. De 1966 a 1969, a banda viveu a fase estúdio e denunciou uma espiritualidade que tudo tem haver com o momento histórico mundial. Fortemente influenciados pelos horrores do Vietnã, as letras falavam de paz e amor,  o que transmitia otimismo num mundo de medo.  Quem teve o privilégio de ouvir All we need is Love gravada ao vivo e transmitida via satélite para 26 países, com participações de grandes nomes da época como Mick Jagger e Eric Clapton sabe do que estou falando.
Pois bem, os Beatles acabaram. Com muita atitude, senso de oportunidade e uma legião de fãs ensandecidos, que vão se multiplicando por várias gerações, temos o maior (o primeiro?) megafenômeno pop do mundo.
Acho que é preciso esse contexto todo para entender o fenêmeno! Ícones são criados todos os dias em cada época.  Mas parece que os Beatles mudaram o mundo. Ou, como eu acho mais correto afirmar, mostraram a todos como o mundo estava mudado.

Everyone loves The Beatles!
I saw the impact  coused by Paul McCartney´s show and I asked to myself: what is this? Why do people Love Beatles so much? What so great about them? Altought I admire all pop phenomenon they put on.

I remember listen to The Beatles´ songs when I was a child. My parents used to listen to the old long plays records (Beatles Colection up to 1973). That time I really liked ie ie ie craze wich was a lot of fun... But we listen to the songs by Sgt. Peppers, Abbey Road and Let it be period and it doesn´t like the same band. The music evolution is amazing but (fucked!) this is not the point. Good songs lot of people wrote even though they had less knowledge. The question is: what´s The Beatles?
I´d say Liverpool´s boys were at the right place and time. The post-war times was bursteling with philosofie, behaver, technologic transformations and scientific  discoveres never seen or imagined before. Popularity of new midia like TV and movies contribuited for reach new artistic tendences and cultural exchanges. I´m not sure It is easily to be understood by people Who were born and live in a global world by Internet, in which a vídeo posted on youtube reachs the whole world in about three seconds. But in a world whithout Internet something had to push an english band away. The world  was fertilgrounds for the rebellious stile of The Beatles.
Another factor that contribuited to the beatlemania boom has been understood that people need to identify themselves with something to appreciate. The global atittude of these guys made that their rhytm full of inluences (as skiffle, rock´n roll and classical music) would be appreciate globaly. I´d say that, that time, it was a brilliant and visionary touch. The Beatles spoke to the world as if they spoke everybody languages.
The capacity of The Beatles to over do themselves as their fans grow and get older is also a decisive factor. The music and atittude of The Beatles a few years after their first hit ‘Love me do’ has been completely changed and it´s almost impossible to recognize. From 1966 to 1969, the band passed throw a Studio fase wich showed a way that has to do with the world history. Quite influenced by the Vietna war horrors the lyrics talked about piece and Love, wich pourred optimism in a world guided by the fear. Who ever head the privilege to listen to ‘All we need is love’ recorded live via sattelite to 26 countries, with participation of great names from that time such Mick Jagger and Eric Clapton knows what I mean.
Well, The Beatles are through. With a lot of atittude, and getting oportunities, and a litlle push from mídia and also a legion of crazy fans with had mutiplied several geaneration we have the biggest (it was the first?) phenomenon of the pop world.
Needless to say, we need this context to understand the phenomenon. Icon are made in the own times. Seems The Beatles changed the world, or correcting: showed the world that everything had been changed.

2 comentários:

Andressa Paixão disse...

Eii Nanda.
Bom, eu na verdade não suporto os Beatles. E mesmo curtindo muitas músicas da época, os Beatles nunca fizeram minha cabeça.E por isso,
acho que eles não mudaram tanta coisa assim. Acho que eles pegaram o bonde andando. O mundo já estava mudado, depois de guerra, sempre muda alguma coisa. Eles não foram gênios, na minha opinião. Só souberam aproveitar a oportunidade que caiu no colo deles, com todos os recursos disponíveis.Mas ,eu não estava lá pra ver, então essa é só a impressão que eles causam em mim. Beijocas

Fernanda Fiuza disse...

Dessa,
Essa é justamente a crítica que estou fazendo no Blog, vc entendeu muito bem! 1) Momento histórico favorável 2) Advento de novas mídias e 3) Sacar que as pessoas se matam pelo que elas se identificam... (o 3 eu acho sim, uma sacada genial!!!) Beijos!!!