domingo, 4 de julho de 2010

Jogadores x Marias-chuteiras

Estamos em plena Copa do Mundo, e mais um escândalo envolvendo jogador de futebol pipoca na imprensa, fazendo pertinente trazer à baila um assunto já gasto: marias chuteiras x jogadores de futebol famosos.

Bruno, goleiro do Flamengo, está agora na mira de investigações pelo sumiço de uma amante, com quem ele supostamente teve um filho. O jogador já foi acusado de agressão à moça, para forçá-la a fezer um aborto. Sumida há vários dias, foi vista pela última vez na casa de campo do jogador, e denúncias anônimas dizem que uma mulher foi espancada até a morte no sitio de Bruno.

Romances entre jogadores de futebol e belas mulheres sempre acabam em disputas judiciais, escândalos e confusão. A história é clássica: o moço fica famoso e rico do dia pra noite e logo já está desfilando com alguma "modelo" em seu carrão importado. Elas procuram vida fácil, fama, dinheiro. Eles procuram sexo e notoriedade, desfilando com um pequeno troféu ao qual não tinham acesso quando eram "ninguéns".  É claro que o enriquecimento repentino e a origem humilde da maioria dos jogadores prejudica o seu amadurecimento como seres humanos. É fácil encontar jogadores de futebol em noitadas e baladas regadas à whisky e cigarro (quando não, drogas), quando se imagina que um atleta deva levar uma vida saudável, de alimentação balanceada, treino e descanso.

Estamos presenciando também o conto de fadas de Alexandre Pato e Esthefanie Britto acabar em pesadelo. Jovens, famosos, bonitos e apaixonados, eles fizerem do seu casamento uma badalada festa no Copacabana Palace, e agora estão encarando uma separação litigiosa. Suposto motivo: a vida pregressa do jogador em companhia de Ronaldinho Gaúcho, de balada em balada em Milão.

O caso de Bruno choca pelo desfecho extremo de violência e crime. Um alerta para moças sem juízo que se envolvem em relacionamentos de interesse. Um alerta para jovens promissores no esporte para ter mais cuidado com sua vida pessoal e mais maturidade para lidar com a fama e o sucesso, que é efêmero. Um alerta para nossa sociedade que valoriza tanto o enriquecimento fácil e as aparências.

Um comentário:

Andressa Paixão disse...

Mais um caso de "amor" famoso que termina mal.Como você, eu também espero que esses rompimentos recentes(e trágicos, no caso do Bruno), sirvam de alerta. Os jogadores não sabem lidar com o sucesso. As garotas só querem fama e dinheiro. E a nossa sociedade, aplaude de pé quem consegue isso. Que pena que às vezes é necessário um caso trágico pra pessoas pararem e pensarem nas suas atitudes.