terça-feira, 25 de agosto de 2009

Envelhecer...


Um dos nossos grandes medos é envelhecer.

E você percebe que está ficando velha quando compara sua vida com apenas alguns anos atrás e embora não perceba mudanças físicas significativas, acaba admitindo que já não é a mesma...

Por exemplo... Você percebe que está ficando velha quando todas as suas amigas são casadas, algumas até tem filhos e você raramente tem tempo de sentar na calçada com elas e comer uma panela de brigadeiro, ou o programa de vocês passou de uma balada no sábado à noite para um café corrido ou um jantarzinho (com os respectivos maridos)... Você começa a freqüentar chás de bebê, casamentos e formaturas quando antes os encontros eram em festinhas de 15 anos, churrascos, fins de semana regados a chop em sítios com piscina... E daí para passar a freqüentar funerais é um pulo!

Você percebe que está ficando velha quando começa a neurar com o filtro solar. Você mal se lembra de todos os verões que ficou torrando no sol e passando coca-cola na pele para ficar “negra”, agora, tudo o que você quer é distancia do sol e dos perigos do câncer de pele...

É incrível como valorizamos nossa própria cama ao envelhecer. Passamos a desejar cada vez mais tempo nela, quando antes achávamos que dormir era perda de tempo. Quanto mais o tempo passa, e menos tempo temos, percebemos que o tempo só é importante se podemos gastá-lo fazendo o que realmente gostamos de fazer... E quando dormir é o que você mais gosta de fazer, com certeza está ficando velha!

Você fica chata! Simplesmente chata! Tudo te irrita... Você passa a ficar intolerante com som alto, com lugares cheios, com pessoas fumando perto de você, com carros estacionados na frente da sua garagem, com crianças jogando bola por cima do seu muro...

Outro sinal característico é se tornar uma reclamona de carteirinha! Você passa a reclamar de tudo e de todos, e seu maior passa tempo é procurar algo de que pode reclamar.

Enfim a prova irrefutável da sua idade avançada é não compreender quando as pessoas conversam com você... Sabe aquelas expressões que você nem tem idéia do que significam, aquelas gírias de que você nunca ouviu falar? Pois é, isso é o novo Português, e você nem imagina onde foram parar as vogais da palavra você quando recebe um e-mail do seu sobrinho...

Sem falar quando caem na risada se você quer parecer moderninho e diz: nossa que visual estribado! Gíria velha é sinal de envelhecimento eminente...

Depois disso, é só esperar a morte chegar...

Um comentário:

Patrick disse...

Olha só achei seu blog!!!!
Você escreve muito bem viu!
Depois dá uma conferida no seu e-mail as fotos q mandei!

Ah, e so comentando, algumas pessoas são como vinho... melhoram com o passar dos anos!

bjooo