sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

As férias

Ah...


2011 começou muito bem, obrigada! Com deliciosas férias no litoral! E como minha querida companheira de viagem Nair me deu 3 dias úteis para escrever sobre isso e o prazo já expirou, decidi postar sobre:



Férias em Morro de São Paulo



Por demais conhecido que o nome seja, vale lembrar que Morro de São Paulo é um vilarejo do município de Cairú, na linda ilha de Tinharé, há alguns quilômetros da Capital baiana. Pitoresco, basta dizer que ali a natureza foi extremamente caprichosa: piscinas naturais, água transparente, areia cálida e macia, pequenas bacias e praias que parecem esculpidas para criar um clima intimista e delicado. Pena que as autoridades baianas não retribuam a generosidade divina com igual carinho: meio largado, o lugar parece estar sendo abocanhado pouco a pouco pelo turismo predatório. Os nativos vivem basicamente do turismo (que recebe uma multidão de estrangeiros), mas a falta de capacitação dos prestadores de serviço leva à exploração desnecessária do turista e do meio, a ponto de nos sentirmos sugados até o limite. Além disso, apesar da ilha ser uma APA (área de preservação ambiental), a corrida imobiliária começa a mostrar seus efeitos danosos.



Além de lugares bonitos, Morro atende a todos os gostos... Lugares românticos para namorar, baladinhas para curtir com a turma, passeios para a família... Para hospedagem, há pousadas e hotéis para todos os bolsos, e o que não falta é gente simpática e amiga para nos acolher como se estivéssemos em casa! A culinária decepcionou um pouco, faltam os temperinhos típicos da Bahia, mas como o lugar recebe muitos estrangeiros, imagino que o pessoal prefira servir pratos mais democráticos.



Top 5 Morro de São Paulo:



1) Mergulho para ver os peixes - é um passeio que vale a pena... a gente perde a noção de tempo admirando os peixinhos coloridos nos corais, é uma terapia. Aproveitando o barco, pulinho em Boipeba para babar em mais praias lindas.

2) Piscinas naturais - Outra terapia. Cheguei com uma dor chatinha e persistente no meu joanete e saí de Morro sem sentir nada... Devo aos banhos nas piscinas naturais!

3) After Beach na Toca do Morcego - curtir uma galera bonita, música ao vivo, DJs divertidos e um pôr-do-sol de tirar o fôlego.

4) Ver o sol nascer na Segunda Praia - não tem preço

5) Curtir uma balada com os chicanos - Os argentinos quando juntam, ninguém segura! Eles dominam e o estilo das músicas é tão contagiante que ninguém fica parado!



Mas o que determina qualquer lugar são as pessoas! As pessoas são sempre mais importantes. Eu tive a sorte de ter somente ótimas companhias. Tanto dos amigos que levei quanto dos amigos que fiz lá.



Para finalizar, vale compilar um trechinho do poema de Carlos Drumond de Andrade, que se lê num dos muros da vila: "Aqui amanhece como em qualquer parte do mundo, mas vibra o sentimento de que as coisas se amaram durante a noite."





Ah...


2011 begins very well, thanks! with vacations in the coast. And as my dear fellow traveler Nair gave me three days to write about it, and the term is ending, I decided to post about:






Vacations in Morro de São Paulo






The name is very famous, but I´d like to remember that Morro de São Paulo is a little village in Tinharé island, that belongs to Cairú city, far a few Km from capital of Bahia. I´d say that nature in Morro was very conceited and it´s enough: natural pools, transparent beaches, warm and soft sand, little places that seems to be sculpted only for make an intimate and delicated atmosphere.It´s too bad that authorities from Bahia do not reciprocate the generosity of God with equal care: a little abandoned the place seems to be swallowed by predatory tourism. The native people lives basically working with tourism (the island receives a crowd of foreign), but there´s no trainning for service providers and becouse of that the tourists and the environment is overexploited, unnecessarily. More over, although the island be an EPA (environmental preservation area) the speculations shows its harmful efects.






Besides beautiful places, Morro de São Paulo meets the diversity of preferences... Romantic places for love, parties for friends have fun, ride with family... We can stay in inns and hotels for all budgets and there is friendly and Nice people to receive us as we were home! Food desapointed me a Litlle, I missed the spice of Bahia but as in there is so many foreing, the food must be democratic.


Top 5 Morro de São Paulo


1) Go scuba diving to see fishes on corais – it´s a trip that worth it... We forget about the time admiring little fishes, it´s a therapy. Utilize the boat to Go to Boipepa to admire more beutiful beaches.


2) Natural pools – another therapy. I arrived with my bunion hurt and I went home cured. Thanks for the seabathing.


3) After beach at Toca do Morcego. Enjoy with beautiful people, live music, funny Djs and a breathtaking sunset.


4) See the Sunrise on the Segunda Praia. It´s priceless.


5) Parties with Los chicanos – The argentenean all together rocks! They rules, their music is very exciting and nobody can be stands.


But the most important are the people. I was very Lucky and had only good company both from friends I took as friend I met there.


Ending, worthwhile to compile a part of a poem from Carlos Drumond de Andrade (as my own translation) that is wrote on one of wall of village : Here the sun rise as in any place in the world, but stay the feeling that things loved each other during the night.

2 comentários:

César Pinheiro disse...

Vc só vai em lugar chique, né? Toda vez q eu visito seu blog tem uma postagem diferente sobre alguma praia q vc visitou!

Muito legal, dá até vontade de ir, pena q ainda está meio fora de mão... Ainda. Mas em breve espero ter condições de ir nesses lugares q vc falou, e aí vc me dá algumas dicas, tá certo?

Mas pelo menos agora eu já estou evoluindo na questão viagens, nas férias estive em Vitória-ES, estou indo pra SP (não é Morro de São Paulo... hehehe)em março e estou quase fechando uma ida para a Europa em julho... Já seriam 3 viagen só esse ano!


Beijos,
César

SandraM disse...

Belíssima resenha amiga. Fiz parte desta incursão ao Paraíso e tenho um pouco a dizer sobre Morro de São Paulo:tem um toque de pistoresco e um toque de moderno, cosmopolita, como um prato saboroso. Ou melhor uma pintura, em diversos tons,ou se não uma música por meio de diversos toques. Em destaque a diversidade, cultural, social, etnoracial que acaba revelando sabores, cores, tons, formas e formados a este paraíso natural humanizado.
Recluso, reservado, privativo, com bagagens sendo levadas pelos nativos em carrinhos de mão. Ah,..... tem tanto mais a dizer, tantas resenhas mais a escrever, tantas viagens numa só viagem, tantas descobertas, indizíveis, indescritíveis...... Felizmente possíveis de ocupar o coração e serem guardadas na memória, por que não?! Um passado presente, um passo em mil, aprendizagens, construções, reconstruções e demolições.
Minha veia poética pulsando de saudades de Morro de SP
bjokas